Ensino Bíblico, Reflexões

Doutrinas que Tiram sua Liberdade – Parte 2

A armadilha dos dízimos e ofertas

Doutrinas que tiram a sua liberdade parte 2 vai falar sobre a armadilha dos dízimos e ofertas
Foto por Pixabay em Pexels.com

Introdução

Uma das coisas mais difíceis na vida com Deus é separar o santo do profano. Quando se fala em dinheiro então a coisa complica ainda mais pois mexe com a cobiça do Homem. Diante de tantos maus exemplos ofertar à casa de Deus tornou-se algo desafiador.

Os dízimos e as ofertas estão explícitos em várias passagens bíblicas. O ato de ofertar é um ato de fé e uma ordenança divina. O problema surge quando líderes gananciosos constrangem seus liderados, submetendo-os a fazerem sacrifícios em prol do próprio bolso pois em vez da oferta ter a sua finalidade cumprida ela acaba parando no bolso de pessoas gananciosas.

É sobre isso que irá tratar esse artigo.

O que diz a Palavra de Deus sobre os dízimos e ofertas?

Esse assunto é bem amplo e não será feito aqui uma cobertura geral sobre dízimos e ofertas. O ponto focal será algumas mensagens de Deus a respeito do tema e as armadilhas que são usadas quando trechos isolados são usados como argumento para coação dos crentes.

Primeira mensagem Gênesis 4:3-7. Vamos começar por uma das primeiras passagens que fala sobre ofertar à Deus. Nessa leitura aprendemos pelo menos três coisas: O carinho que Abel tinha com Deus pois separou a primeira cria do seu rebanho (o Criador era sua prioridade); o capricho que Abel tinha pois além de ser a primeira cria também foi ofertado a melhor parte; a preocupação que Deus teve com o coração de Caim ao notar a sua ira quando teve sua oferta rejeitada.

Nesse trecho da bíblia portanto aprendemos que devemos ter capricho e carinho com a oferta que entregamos a Deus. Essa oferta é o fruto do seu trabalho (pode ser dinheiro mas não necessariamente), um trabalho bem feito vai render mais, seu trabalho na Obra de Deus é uma oferta, o seu louvor é uma oferta e devemos ser sempre gratos a Ele por tudo e devemos estar atentos para que a inveja, o ciúme e a cobiça não nos façam pecar.

Segunda mensagem 2 Coríntios 9:6-8. Aqui teremos uma armadilha muito utilizada por falsas lideranças. Esse trecho isolado pode ser usado para convencer você a ofertar mais do que o seu coração realmente desejava pois “…quem oferta pouco colhe pouco mas quem oferta com abundância será farto…” o interessante é que estando atento perceberá você que deve contribuir conforme o seu coração e não de acordo com o que estão lhe dizendo “…Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria…”.

Se alguém falar esse versículo e a dúvida nascer no seu coração, ore a Deus e leia todo o capítulo 9 em vez de apenas o trecho isolado. E perceberá que Paulo estava preparando a igreja para receber os macedônios e tivesse recursos para que não faltasse nada para recepcionar bem os visitantes.

Sob esse ponto de vista sua percepção mudará e verá que as palavras distorcidas que lhe disseram nada tem a ver com a verdade contida na bíblia.

Terceira mensagem Malaquias 3:8-10. Eis uma palavra dura sobre dízimos e ofertas muitas vezes usada para oprimir os fiéis e forçá-los a contribuir sob o argumento de que se não der sua contribuição estará roubando a Deus e como moeda de troca é dito que você receberá muito mais prosperidade.

Vamos entender o que é fato e o que é contradição: Deus não deve nada a ninguém, logo, se você contribui de coração no momento certo será recompensado e isso não é moeda de troca pois quem planta coisas boas vai colher algo bom com a diferença é que nosso Pai costuma nos surpreender na colheita 🙂 . A contradição é quando se usa o trecho isolado da bíblia para nos convencer a fazer algo que não é do nosso coração.

Quando lemos Malaquias 3 a partir do primeiro versículo vemos algo lindo e que nada tem a ver com a palavra opressora do trecho isolado (versos 8 a 10). Veremos na verdade que Jesus é anunciado nesse capítulo e temos nos versículos 3 e 4 que nosso Salvador irá nos purificar.

Então quando escutar essa leitura não se intimide, não se sinta oprimido, sinta-se alegre pois nosso amado Jesus é anunciado nela.

Conclusão

Os dízimos e ofertas estão previstos e vastamente documentados na bíblia. Sempre devemos contribuir conforme o nosso coração, com carinho e capricho como fez Abel, com fé como fez a senhora que entregou sua moeda, por acreditar na Obra como recomendou Paulo mas NUNCA porque alguém quis te obrigar.

Fabiano Catrinck.

Segue abaixo a versão resumida em podcast:

Anúncios

Padrão

Um comentário sobre “Doutrinas que Tiram sua Liberdade – Parte 2

  1. Pingback: Deus não é só amor | Ministério Luz do Saber em Cristo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s