Avivamento

Avivamento, como ele acontece?

Nesse artigo veremos alguns pré-requisitos para que o avivamento aconteça.

O avivamento em uma igreja e em cada um de nós depende que algumas circunstâncias se conectem para poder acontecer. Ele não pode ser fabricado, mas pode ser estimulado através de algumas ações que veremos aqui nesse primeiro momento de forma mais resumida e que iremos abordar detalhadamente em publicações posteriores:

Corações preparados

Os corações precisam ser aquecidos para serem estimulados a se conectarem com Jesus, aqui a consolação dos corações pode ser uma primeira etapa.

Esvaziar-se de si e encher-se para Jesus

Não dá para louvar a Deus tendo na mente os problemas de nossas vidas, precisamos nos esvaziar para nos encher. Foco no alvo!

Cumprir o papel de anunciar o evangelho

João Batista foi a voz que clamava no deserto e serve de exemplo para todo cristão pois ele anunciava a Jesus e clamava para que as pessoas se arrependessem dos seus pecados.

Seguir o caminho, a ponte para o céu

Paulo tinha o seu alvo em cristo, em um culto alguns elementos nos ajudam a nos conectar com Jesus e a sentir a sua presença, entre eles podemos citar os louvores.

A manifestação da Glória de Deus

Nada mais belo e puro do que reconhecer a sua limitação e que Jesus é o Senhor, o nosso Senhor!

A vida com Deus

Sem termos vida com Deus, não seremos avivados, precisamos ter comunhão com o Pai.

Não existe uma ordem ou maneira mais ou menos correta de sermos avivados. Essencialmente precisamos de Jesus em nossas vidas e seguir os bons exemplos dos profetas e apóstolos do nosso Salvador. Muitas pessoas são avivadas, outras estão a anos do evangelho e não sentem a presença do Espírito Santo por talvez não terem se desapegado de coisas pessoais ou materiais ou por não praticarem os ensinamentos de Jesus e de Deus através de tantos bons exemplos descritos na bíblia.

Nos próximos artigos veremos de forma mais abrangente cada um dos tópicos descritos aqui.

Um abraço, Fabiano Catrinck.

Créditos

Imagem dos versículos geradas pelo site www.bibliaonline.com.br

Anúncios
Padrão
Ensino Bíblico

Introdução ao Novo Testamento

Continuando nossos estudos sobre os livros da bíblia, hoje conheceremos quais são os livros do evangelho no Novo Testamento e aprenderemos sobre humildade com Jesus e João Batista.

Quais são os livros do evangelho?

Os livros do evangelho são Mateus (Mt), Marcos (Mc), Lucas (Lc) e João (Jo).

A genealogia de Jesus – O livro de Mateus

No livro de Mateus 1:17 veremos o resumo da genealogia de Jesus: “De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a babilônia até Cristo, catorze gerações.” é importante começarmos por esse versículo para lembrar que Deus cumpriu a sua promessa a Davi que sempre faria reis da sua descendência. Nos versículos seguintes (do 18 ao 25) teremos a narração do nascimento de Jesus.

O chamado ao arrependimento – Mateus 3:1-3

João Batista, profeta, homem humilde, sabia qual era o seu papel. Convoca as pessoas a se arrependerem: “E, naqueles dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,

E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.”. Interessante que hoje não é diferente. Nas igrejas verdadeiras, que continuam sendo fiéis a Deus, você verá o chamado ao arrependimento com os líderes reconhecendo qual é o seu papel e não se deixando levar por cargos ou quaisquer outras maneiras que possam massagear o seu ego. Essa leitura pode ser perfeitamente combinada com Tiago 1:17-19 que fala sobre as bênçãos que vem de Deus.

João Batista sabia qual era o seu lugar

Em Mateus 3:11 vemos: “E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” e recebeu a nobre missão de batizar Jesus nos versículos 13 ao 17.

Conclusão

Para concluir esse artigo vamos destacar em Mateus 3 os versículos 16 e 17 onde nosso Deus demonstra sua alegria ao ver Jesus cumprindo as escrituras.

Como é belo o exemplo do nosso Salvador! Ele tinha tudo e era melhor do que nós em tudo mas mesmo assim foi obediente e cumpriu com a sua dura missão para nos salvar.

Fica aqui então a lição: que cada um de nós sejamos imitadores de Cristo, humildes e obedientes a Deus, abrindo mão das nossas vontades e desejos para fazer o que nosso criador deseja. Foi assim com João Batista, foi assim com Jesus e tem que ser assim comigo e com você!

Atividade proposta

No artigo anterior você pôde expressar os seus sentimentos pedindo perdão ou perdoando alguém através do ato de rasgar um papel como um símbolo da sua atitude.

Agora, com base em Mateus 3:16-17 reflita sobre um momento em sua vida no qual você percebeu que Deus te ama verdadeiramente, sabe aquele momento que você se sentiu privilegiado por ser filho de Deus? Então, é justamente sobre isso que eu estou falando. Reflita sobre esse momento e se desejar compartilhe com a gente!

Um abraço.

Fabiano Catrinck.

Créditos:

Imagem da leitura Mateus 3:16-17 gerada pelo site https://www.bibliaonline.com.br/

Segue abaixo a versão em podcast:

Nesse podcast aprenderemos quais são os livros do evangelho e teremos uma grande lição ensinada por Jesus e João Batista.
Anúncios
Padrão